quinta-feira, 29 de março de 2012

Vintage ou retrô?


A palavra retrô, eu e vocês  ouvimos  falar muito, mas vintage? já?
eu não conhecia :)
simplesmente porque passou despercebido por mim,
já que a gente normalmente vê aquilo que nos interessa no momento, não é mesmo?
E é por isso que conheci o vintage.
Porque ontem fui em duas lojas de artesanatos procurar
papel com Dama Antiga.
E me deparei com a palavra "vintage", mas infelizmente
não achei as damas, e desde ontem estou a procura na net.
E finalmente achei agora algumas, e do jeito que queria.
Só depois que fui procurar no tio google a 
o "tar de vintage"
Fica a Dica #
---------------------------------------------------------

Vamos entender o significado de vintage. O significado nada tem a ver com moda. É um nome dado a colheita de vinhos. A origem ou significado vem de vint relativo à safra de uvas e age de idade. Quanto mais velho melhor, saca?


O termo retrô (re-tro, e em inglês retro) significa para trás. Tá, você deve estar pensando que tudo está relativo ao velho, e qual é a diferença? 
Vamos exemplificar: Imagine você indo ao brechó e dá de cara com uma maravilhosa peça (roupa, acessório, objeto de decoração) da idade da sua avó ou mais antiga ainda em perfeito estado. Isso é vintage!

É algo antigo que fez sucesso em uma determinada época e que ainda vive... digamos assim. Já o Retrô seria um lançamento de algo influenciado por uma peça vintage, totalmente repaginados. Aqui não se trata unicamente de moda e bobagens fashions, mas é relativo a tudo. 
Se vintage é você ir a um brechó e dar de cara com um fiel vestidinho anos 50, retrô é você ir no shopping e ver um relançamento de um vestidinho, no mesmo estilo daquele anos 50 lá do brechó.


Mas sempre fica aquela perguntinha no ar “O que é melhor ser vintage ou ser retrô?” já que é basicamente impossível viver nos dias de hoje sem uma pegada das antigas ;) Sem algo do velho incorporado ao novo, seja na música ou nas artes em geral e principalmente na moda. Eu adoro coisas antigas e genuínas mas não abro mão de nada novo que me transporte ao velho. Outras pessoas sempre associam o vintage ao início do séc 20 até os anos 30 e retrô aos anos 40,50 e 60, Já percebi isso diversas vezes. 



Resumindo: O vintage é algo velho com cara de novo e o retrô é algo novo com cara de velho. Quem é vintage é retrô e quem é retrô é vintage.

Crédito: Nos tempos da minha avó