segunda-feira, 29 de outubro de 2012

31 de Outubro Dia das Donas de Casa


Boa noite blogueiras e blogueiros!

Pra mim, qualquer mulher que não tem empregada doméstica,
Já são donas de casa.
Muitas optaram por trabalhar fora e dentro de casa, e pra elas eu dou meus parabéns, pois são corajosas, guerreiras mesmo.
Coragem que eu perdi com o passar dos anos,vendo o que é cuidar de uma casa e de duas crianças com idades bem próximas.

No começo eu me sentia o cocô do cavalo do bandido, mas depois de muito lamentar para as paredes, eu resolvi mudar de pensamentos, e a me dar mais valor.
Qualquer pessoa que aparecer em minha casa sem aviso, vai me encontrar bem vestida "digo descente" nada de trapinhos porque estou na faxina, algo que no começo eu não tinha nem ânimo pra me vestir bem, pois os piquerruchos só sabiam me sujar, rss
Com unhas sempre bonitinhas, a não ser o dia que estou pintando o sete né? rss
E com um rímel e lápis nos olhos, ah! fora os brincos de argola.

E um dia foi + ou -  com essas palavras que dei muito animo pra mulherada na comunidade donas de casa do orkut.
Afinal, trabalhamos em casa, suamos demais, ficamos descabeladas as vezes, e não podemos levar susto quando a gente der de cara com nossa cara no espelho, o_o

Uma moça nessa comunidade até comentou que ela estava se maquiando, e o filho dela perguntou se a mãe ia sair, kkkkk
não lembro qual foi a resposta, mas pelo menos aqui já estão acostumados comigo bonitinha.

Por coincidência ou não, colocaram a data de comemoração que ninguém comemora, bem nos dia das bruxas.
será que tem alguma coisa a ver?? kkkkk
Eu me sinto uma bruxa de vez em quando viu? as vezes tenho que pegar minha vassoura,e sair voando em cima de todos se eu quiser um pouco de descanso da cozinha
Masss faz parte do meu show!

Procurei algum artigo que falasse de nós e encontrei esse texto
Achei uma gracinha.

Deixo aqui meus parabéns a todas
Dona de casa
Viva Eu
Viva Nós!
-----------------------------------------------------------------------


Ninguém se lembra das donas de casa e seu status andou mudando de nome para ver se não ficava pior na terminologia legal: prendas domésticas, do lar...

Prendas, no sentido de qualidades, sim, elas têm muitas. Têm diploma e pós-graduação em administração, economia, psicologia, nutrição, geriatria, pediatria, ciências sociais, nutrição, geriatria, direito, relações internacionais, artes, comunicação, teologia, educação física e tantos outros títulos de grande valor.

Prenda, no sentido de presente, sim, elas oferecem muitos: a casa com jeito de lar, a comida sem gosto de refeitório, a ordem sem ares de quartel, mas harmoniosa, bonita, acolhedora, o abraço na hora de partir e voltar, a escuta paciente, a presença segura.

Dizer que ela é do lar é pouco, porque ela é de todos que a rodeiam, que dela dependem para formar uma família. Ela é das pessoas – de todos, incluindo bebês, adolescentes, adultos e idosos -, mas também dos vizinhos, dos parentes que pedem ajuda, conselho, companhia, socorro.

Quem é ela, então?A dona de casa, mesmo que a casa seja alugada, emprestada ou na favela, é o ser pensante do comunitário, a organizadora e mantenedora do que é para todos. É ela o coração pulsante de um grupo de pessoas que, sem a sua mágica presença, seriam meteoros vagando no espaço.

É a trabalhadora dos trabalhadores e trabalhadoras, pois sua jornada tem hora para começar, mas não para terminar; ela acumula funções, atividades e empregos. É a mais discreta criatura, porque seu trabalho só aparece quando ela não o faz.

E, talvez, fosse bom lembrar que para ser dona de casa, ela precisa ser dona de si mesma, com todo o alcance que o termo implica para ela e para os outros.

No dia da dona de casa, nem a mídia, nem o comércio farão propaganda ou homenagem...