quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Janela espelhada



Bom dia! Primeira quarta do ano!
muita gente voltando pro rotina, arrumando a bagunça em casa deixada pela festa, desarrumando malas, e daqui a pouco descobre que nada mudou, rss

Viram a janela? linda demais!!
Essa foto eu acho que veio do facebook, eu tinha até esquecido dela nos meus achado da net.

Quantas e quantas casa vimos uma janelinha assim, simples de tudo, e feito até por mãos do próprio morador não é mesmo?
Eu adorei essa, e ainda mais com espelho que é outra paixão minha.
Comecei com essa adoração por espelho, desde que eu tinha 18 anos, e comecei a trabalhar numa loja, representante de vidros e espelhos de uma fábrica de São bernardo do Campo, e ali pude conferir as belezas de um espelho e sua fabricação.
Ainda quero um espelho manchado, e um bisotê, mas esse bisotê, vai ser quando eu achar a casa certa pra ele.
E essa janelinha não seria uma má ideia pra abrigar um espelho tão lindo desses.

Feliz Novo Ano!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Esse Ano eu vou mudar...

Esse ano eu vou mudar de vida.
Chega de ficar quebrando a cara com os velhos erros de sempre.
Quero cometer erros novos, passar por apertos diferentes, experimentar situações desconhecidas,
sair da rotina e do lugar comum.
Esse ano vai rolar outra partida.

Chega de ficar olhando a porta, procurando uma saída,
ensaiando a jornada sem nunca por o pé na estrada,
esperando que me dêem o que eu tenho que conquistar,
tentando descobrir um modo totalmente seguro de mudar,
por medo da falta que possam me fazer as coisas que eu mais preciso perder...

Esse ano, se eu tiver que sofrer, será por dificuldades reais.
Nunca mais por males imaginários,
preocupado com coisas que jamais me acontecerão - a mim que não tenho deixado
meus sonhos passarem do portão!

Chega de planejar o futuro e tropeçar no presente,
de pensar demais e fazer de menos,
de pensar de um jeito e fazer de outro,
de me preparar tanto pra na hora agá me arrepender!

Chega de ficar sonhando, sem viver.
Esse ano eu vou fazer e acontecer!
Chega de ouvir meu corpo dizer que sim e a cabeça que não,
desses intermináveis conflitos que me fazem adiar para nunca a decisão de ser feliz,
aqui e agora,
antes que minha vida resolva ir embora.
Sem mim.

Não vou deixar mais um ano novo chegar com cara de velho,
nem outro ano passar do mesmo jeito sem jeito.
Esse ano será a minha vez, sem nenhum talvez!
(Espero também que seja a de vocês)
Geraldo Eustáquio de Souza